sábado, 9 de julho de 2011

Vitória me fez menor e também me possibilitou ser maior



Vitória

Gerivaldo, 09.07.11

Mesmo antes de nascer,
emocionou o homem
e desafiou o Juiz.
Quando nasceu,
em meus braços,
embora frágil e pequena,
tornou-me menor,
quase insignificante.

Para renascerem,
todos os homens,
todas as mulheres e,
sobretudo,
todos os homens Juízes do mundo
deveriam segurá-la no colo,
mesmo por algum instante.

Ficariam todos menores e,
por isso mesmo,
mais humanos e maiores.
Seriam todos
homens e mulheres novos.
E o Juiz, antes de Juiz,
também seria homem novo.

Eu segurei Vitória em meu colo.
Ainda não sou homem novo,
mas já sei que sou menor,
quase insignificante,
o que pode ser um bom começo.


Para saber quem é Vitória, clique aqui



3 comentários:

Marli Miotta disse...

Acho que conheço a estória desta menininha Vitória.
É uma imagem pra se guardar na História.
Sublime, é tudo o que me oorre dizer.

Welber disse...

Bela bebezinha...

E como ficou e vai ficar a situação da mãe?

Abraço

Elizonete Moura disse...

Esse é o cara!
Dr. Gerivaldo não é, apenas, um representante da lei. Mas um representante dos drams humanosp erante a lei. Coisa rara...